Os 10 anos da novela aeroporto

23 de janeiro de 2015
Alencar Garcia de Freitas: os dez anos da novela do novo aeroporto de Vitória......

Escrevi, há vários anos, que o nosso Estado não tendo poder econômico e poder político ou musculatura para buscar e disputar, em Brasília, uma obra de grande interesse público, como é o caso do pretenso novo aeroporto de Vitória......

Fica, como está, há dez anos esperando pela boa vontade dos figurões do governo federal......

Apesar da fanfarrice do ex-presidente Lula que, debaixo de um espetáculo de fogos de artifício, prometeu, no final de 2004, que as obras começariam em 2005 e seriam concluídas em 2007, quando o novo aeroporto seria inaugurado.

Logo depois, em 2008, as obras foram paralisadas, em virtude da constatação de sobrepreço pelo Tribunal de Contas da União. Diante disso a novela continua até agora, apesar dos esforços ingentes do Governo do Espírito Santo.

Se essa novela tivesse atores como Minas, Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo, com o poder político e econômico que têm, talvez já tivesse chegado a um final feliz.

Reiteradas vezes venho escrevendo que existem dois poderes que são inseparáveis: o econômico e o político.



O econômico, porque as grandes empresas e conglomerados financeiros estão sempre trabalhando para melhorar a performance dos seus negócios, e o político para continuar dando as cartas na política de Brasília.

Em situações como essas, os estados que não têm esses poderosos meios de persuasão ficam de fora quanto a políticas públicas de grande alcance.

Creio que se o Aeroporto de Vitória fosse o do Rio de Janeiro, ou de São Paulo, ou de Salvador ou de Belo Horizonte, já teria saído da prancheta há muito tempo, dada a pressão política e econômica desses estados.

Afinal, eles têm muito dinheiro e muito voto, e para Brasília é o que conta. Como não é o caso do Espírito Santo, o novo Aeroporto de Vitória está ficando cada vez mais velho.

E o mais lamentável é que o governador Paulo Hartung vai a Brasília, conversa com o ministro da área e apesar desse prometer que até o final deste mês as obras do Eurico Salles seriam retomadas, a Infraero vem a público e desmente, dizendo que ainda não se sabe quando as tais obras serão retomadas.


No dia seguinte, a empresa vem a público e confirma o que o governador declarou antes.

Afinal, quando a novela do novo Aeroporto de Vitória terá um final feliz, depois de dez anos de espera?




Alencar Garcia de Freitas é jornalista







COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - Aldeia Verbal Produções e Jornalismno - CNPJ: 15.265.070/0001-49